Relação Tempo x Vida

Quantos dias você perdeu chorando por causas perdidas,

Quantas horas você perdeu se convencendo que era mais seguro não se arriscar,

Quantas mentiras você deixou escapar enquanto justificava os seus erros,

Quanto tempo você perdeu com as coisas erradas,

Só se descobre depois. Ninguém gosta de perder tempo olhando para ampulheta, ninguém gosta de pensar em morte, mas há de se pensar. É perigosamente necessário que você saiba que ela existe e que por vezes você vai se sentir mais próximo dela, e nestas horas você planeja e faz acontecer, outras vezes você a esquece e se priva da vida. Mas a areia corre.

Nem todo mundo que “se suicida” escolheu morrer. Nós não estamos isentos de nada, e, agora mesmo, enquanto você lê e eu escrevo, a areia corre. Contando os minutos pra que você entenda que independente de religião, esta vida em que você está é única e você é o único que pode dizer se vai ou não valer a pena.

A vida é areia na mão. Você pode segurar apertado, mas ela vai escapar mesmo assim.

As pessoas vão embora, as paisagens mudam e não importa o quanto você queira, não é possível voltar atrás.

A vida escorre entre os dedos muito rápido, o tempo acaba, a cortina fecha e se o “enquanto” não tiver valido a pena pelo que se sentiu e pelo que se abraçou, então foi só perda de tempo mesmo.

Vire a ampulheta e comece outra vez.

<3 

Deixe uma resposta