quando o amor falta

Quando o amor falta

E se quiser harmonizar o texto com uma canção, fique a vontade. Sugiro Home.

O amor falta quando você percebe que está aceitando se doar por menos do que você merece.

Eu sinto muito ao dizer que isso pode demorar mais do que gostaríamos, moça. Mas um dia, talvez depois de um ato inesperado, ou de um tom de voz acima do normal, você perceba que talvez esteja no lugar errado.
Talvez isso precise acontecer mais de uma vez pra você se dar conta de que uma hora vai virar rotina. Talvez você pense que a culpa é sempre sua e que por isso deve ficar e aguentar.
Te avisaram, mas você insistiu.
Ninguém tem culpa de confiar em quem não merece, moça.
Acontece com muita gente.
Não devia acontecer com ninguém.
Talvez você não faça ideia do amor que merece receber ainda, mas não tenha dúvidas de que é muito maior do que você imagina
Não é sua obrigação aceitar o mínimo,
Você pode se virar sozinha,
Você não vai ficar sozinha pra sempre,
Você vai conseguir acreditar no amor novamente sim, mas antes precisa redescobrir como é que funciona mesmo esse negócio de amar a si mesma,

A felicidade existe longe daí onde você tá e não consegue se sentir bem 24horas por dia.
A felicidade existe e ela é muito maior longe daí onde você se sente apenas o adereço de alguém.

Você pode ser a dona, você pode ser o arrimo, você dá conta, moça! Você não precisa de ninguém. Só não tarda a entender isso. Não tarda a virar a maçaneta da porta e caminhar pra não voltar. Deixa tudo, deixa a coberta velha, aquela geladeira bonita, deixa a dor, a fronha que já enxugou tantas vezes as suas lagrimas, deixa aquele teto que já te viu passar por poucas e boas, ouvir poucas e boas, sentir poucas e boas, sem merecer nada. Porque tudo que você fez foi amar.

Você só merece amor, moça. Não aceita menos. Não aceita um semi-amor.
Vai embora daí, de você, leva o que ama você de volta e o que não tiver jeito de deixar. O resto que sobrar você deixa. Não é fácil, e você vai sentir falta as vezes, principalmente quando decidir rebuscar o passado por mais do que ele valeu (mania besta de todo ser humano). Mas tudo vai passar e você, que no início vai se achar errada, maluca, selvagem, aventureira e irresponsável, vai se ver se amando de novo e a cada dia mais forte, a cada dia com as costas menos arqueadas, a cada dia com menos culpa por ser quem você é.

Se acha, moça.
Acha o seu lugar longe daí e não sinta culpa por ter errado e por parecer estar errando mais uma vez.
Se salva, moça.
Eu tô aqui pra dizer que você está fazendo a coisa certa e que, um passo de cada vez, um dia de cada vez, as coisas vão ficando cada vez menos estranhas e você vai ficando cada vez mais e mais forte, como era antes de te demolirem pouco a pouco.

Você merece­­­­­ todo o amor de um mundo inteiro.
Você pode. Acredite.

Deixe uma resposta