Pessoas Pra Guardar No Peito

Fundo

“UP Aventura Nas Alturas”: Um filme sobre como nem sempre as coisas dão cem por cento certo, mas como mesmo assim tudo acaba valendo a pena no final se você carrega com você as coisas e pessoas certas. Sobre como existem algumas coisas que são mais importantes do que realmente achamos, e a quantidade absurda de vida que a gente desperdiça sem perceber isso. A quantidade de tempo absurda que passamos buscando as coisas erradas. Valorizando as coisas erradas.
Eu só espero que todos nós tenhamos tempo de abrir os olhos e valorizar as coisas certas. Antes que elas tenham ido embora de vez.
Eu já perdi coisas que eu achava importantes e depois de um tempo vi que não fazia falta alguma. Em contrapartida, eu já perdi também algumas coisas importantes.

Estes dias atras, achei uma carta no meio das minhas recordações. Era de uma amiga. Não! era muito mais do que isso. Ela era a minha ‘estrela guia’. E eu tenho certeza que só ela saberia entender isso. Bom, o fato é que eu priorizei outras coisas e me distanciei dela sem perceber, e ela partiu. Mas não sem antes me deixar uma carta, essa carta que eu continuo guardando. Uma carta de despedida da minha estrela guia num momento confuso da minha vida em que eu confundi valores.
A carta mais triste que eu já recebi.
Mas eu guardo até hoje para me lembrar de sempre olhar a minha volta com mais atenção.

Ver as coisas um pouco mais além do que são. Tem gente que vai embora e faz falta, mas a falta que faz não é suficiente pra tapar os buracos de decepção que cada uma das atitudes da pessoa até a hora da partida.

Resumindo, tem gente que já vai tarde. E tem gente que a gente acha que chega pra nos acompanhar na vida, mas na verdade só parou para um café. Essa carta me lembra que é importante olhar com mais atenção. Ver o que vale a pena deixar que fique e o que deve mesmo partir. Eu aprendi algumas coisas, mas não o bastante…
Eu sei que vou errar, eu vou supervalorizar coisas erradas e vou acabar perdendo alguns corações ao longo da vida. Mas sempre que eu ler aquela carta vou me lembrar de quem eu tenho por perto hoje e ter mais motivos para amar tudo o que faz parte de mim.
As vezes a gente esquece que as pessoas vão embora um dia. E elas sempre vão.

Mas disso eu não me esqueço mais.


Bia

Deixe uma resposta