Livros, filmes e suas conexões

Era Chapeuzinho amarelo, amarelada de medo.

 

Quando eu era pequena, eu tinha medo de poucas coisas, mas as que eu temia, eu temia muito. Desde muito cedo eu aprendi com o Monteiro Lobato em ‘A Chapeuzinho Amarelo’ que a solução para os nossos medos, teria que vir de dentro de nós mesmos. Você pode ter medo de tudo e de qualquer coisa, mas se você decidir enfrentar e ser forte, qualquer coisa vai parecer pequena perto da sua coragem.

 

Alice me ensinou a importância de entender que não existe problema nenhum em ser diferente e em acreditar em coisas diferentes. Agora eu sei que é impossível acabar com o medo. Sempre haverá medo. Mas todos nós temos nossas doses de muiteza, e temos sempre que nos lembrar: de onde viemos, do que nos foi ensinado, dos nossos valores, pra recuperar a força que precisamos e por fim, transformar os nossos Lobos em bolos.

É preciso ter força pra fazer as nossas próprias escolhas, e na maioria das vezes estaremos sozinhos ao executá-las. Por isso é muito importante escolher caminhos que condizem com as nossas vontades. Fazer as escolhas certas nunca é a questão, a questão é ir em direção ao que você acha que é certo, acreditar e ter coragem. Agir com força e se lembrar que não existe nada que não possa ser realizado se houver fé.

 

Eu aprendi junto com a Amelie Poulain que ajudar os outros a realizarem seus sonhos é legal, mas que não devemos nos esquecer dos nossos próprios sonhos. E que o caminho para a realização não é fácil, mas que quando se entende que não temos “ossos de vidro”, e que podemos aguentar alguns baques da vida, começamos a aproveitar oportunidades que antes passavam despercebidas, por não acreditarmos ser capazes. Não tem nada de errado em fazer as coisas do seu jeito, desde que você faça. Desde que você tente e se arrisque, e saia da sua zona de conforto.

 

Eu não consigo não fazer este tipo de relação. Filmes, Livros, Musicas e vida. Tem que ter um sentido, caso contrário não é bom o bastante.

Sem querer, acabei fazendo um Top 3 de obras que eu não canso de rever e reler porque passam mensagens muito importantes e que, eu pelo menos, esqueço todos os dias.

Daqui por diante, eu vou continuar apresentando as minhas leituras e os filmes que ando assistindo confrontando com a mensagem que eles me transmitiram. E eu espero que seja tão divertido pra você quanto será pra mim.
Se quiser compartilhar suas experiências, eu vou adorar ler!

Até a próxima!

Deixe uma resposta