Erros Mortos

Erros Mortos

 

 

 

“Who you were who you are and who you will become are three completely different people.”

Se não me falha a memória, esta frase é do Robert Tew e em português significa:

 “Quem você foi, quem você é e quem você vai se tornar são três pessoas completamente diferentes.”

 Salvei essa frase pra ler sempre que me esquecer.

A única pessoa que não tem escolhas das quais se arrepender no seu passado só não as tem porque não viveu o bastante. Sempre tem aquela história que a gente mudaria, ou não, mas que nos fez ter que juntar os nossos pedaços novamente depois que terminou.

Algo que doeu tão fundo que pensamos que as coisas nunca mais melhorariam. Pensamos que nunca íamos superar.

A gente nunca acredita quando vem aquele amigo e diz: o tempo cura. Cura mesmo.

Ás vezes, esquecer é impossível. Mas a gente consegue continuar vivendo apesar daquilo, e ser feliz apesar daquilo.

É um processo. As vezes muito demorado e sempre muito dolorido. Mas a gente só aprende a aceitar que nem toda história tem que ser um conto de fadas do início ao fim. E todos nós somos passíveis de escolhas inconsequentes.

O prêmio no fim é só aprender a superar. E a parte mais difícil: Saber separar as coisas.

O seu tamanho não pode ser medido pelos seus erros do passado.

Você não pode ser definido por uma atitude ou escolha sua que acabou dando muito errado. Você não pode se esquecer de tudo que você fez, tudo que construiu de bom. Suas pequenas atitudes que podem ter mudado a vida de alguém pra sempre.

Engraçado como temos a tendência de esquecer disso e só lembrar das nossas falhas.

Não deixe que ninguém te julgue por algum erro do passado, mas muito mais importante que isso: Nunca se julgue por um erro do passado. Aquilo é o que você foi, não o que você é.

O nosso valor é medido pelo que nós fazemos de bom e pela atitude que nós tomamos para corrigir cada uma das nossas falhas.

Todo o resto é só história que não merece ser contada e nem revirada.

O objetivo de tudo isso no fim das contas é te ensinar a ouvir a voz que te diz pra aceitar aquele pedido de desculpas, pra dar aquele abraço do nada, falar aquela frase que, às vezes dói pra sair. E se isso, mais tarde não fizer sentido pra você, ainda assim vai fazer pra alguém. Vai mudar alguma coisa, em algum lugar, por trás das retinas opacas de alguém.

É isso que importa, é disso que você é feito, não dos teus erros. Você é feito de pequenos consertos bem sucedidos. Você é inteiro feito de vitórias.

❤ ❥

Deixe uma resposta