Existe amigo, existe melhor amigo e existiu você.

Amigo

Este texto harmoniza com “Charon”.

“Por todo o caminho, até aqui, houveram dois pares de pegadas, um ao lado do outro.”

– Vou te contar o que eu fiz, você sabe como eu sou teimoso! Mas eu gosto de ouvir sua opinião “áspera”! – E ria bem alto
Você sabia, como ninguém, que pra ser capaz de aceitar a minha amizade e ter a minha lealdade era necessário saber aceitar a verdade. Pra poucos, pra corajosos. É claro que você nunca arredava o pé. Você aceitou a minha sinceridade rabugenta e reverteu em amor.

– Mãe gata! – O “gata” era pelo motivo de sempre elogiar quem quer que fosse, e o “mãe” era uma honra que você havia me concedido por que eu me preocupava e puxava sua orelha. Afastei tanta gente por nem sempre conseguir controlar a minha verdade ácida, e foi justamente isso que fez o nosso laço mais forte.
E foi sempre assim, você um geminiano aventureiro e teimoso. Me irritava quando era inconsequente e crianção, me irritava quando ficava apaixonado e cego. Ah, e por falar em amor, dos que eu já vi existirem neste mundo, o seu com certeza era o maior deles. Eu nunca entendi como você podia amar tanta gente e com uma intensidade tão grande.
Amava fácil e com a intensidade de um furacão e eu nunca consegui entender. Se se apaixonava, sái todo mundo de perto porque ele vai atravessar o deserto de Gobi inteiro só pra ficar junto, e se não for correspondido ficava murchinho, triste…

– Tô precisando muito de uma festa! Dançar muito pra me animar! Vamos, vai ?!

Ele sabia que eu conhecia os dramas dele só de olhar, e ele conhecia meu humor de olhar pra mim. Reconhecia minhas brabezas antes mesmo de eu soltar os cachorros.
– Fala! Já sei que não gostou, pode falar!
Legal saber que eu tive a honra de te conhecer, mas conhecer de verdade, não como a maioria das pessoas que vem me perguntar de você te conheciam. Eu vi você podre de feliz e vi você podre de triste. Você foi uma das pessoas que mais me abraçou nesta vida, definitivamente. Mas isso pra vc era como um ‘oizinho’.
– Maaartha! – Eu gritava, e vc me imitava e ria!
A gente sabia.

Não consigo falar muito de você, mas não porque não tenha nada pra dizer, muito pelo contrário, tem muito!
Muita coisa sua que eu vou levar pra sempre comigo, por que só a gente precisa saber, e muita coisa que eu quero dizer em voz alta só pra provar pro mundo o quanto a sua passagem por aqui valeu a pena e o quanto as pessoas que decidiram ficar longe de você perderam.
Aqui em terra, é muito difícil conseguir ser de verdade perto das pessoas comuns, raras vezes consigo ser eu mesma, sem me “amenizar” por medo de magoar as pessoas. Com você não, eu podia ser de verdade. Você foi joia pura, meu amigo, raridade mesmo!
E, novamente, eu não tenho estrutura ainda pra dizer tudo que preciso dizer, e talvez eu leve anos pra derramar todas as palavras em um papel e nem assim consiga traduzir o que você significou pra este mundo e para o meu mundo. Mas eu gostaria muito de agradecer, hoje. Eu sinto que não posso mais esperar, por você, por mim.

Obrigada por ter me permitido ser de verdade ao seu lado. Saber que o mundo esconde pessoas boas assim me motiva pra continuar cada vez mais compenetrada em buscar relações de amizade que me faça cada vez mais livre,
E falando em liberdade, obrigada por me ensinar uma faceta deste tema que eu não conhecia. Eu continuo não sendo muito boa nisso, mas eu juro que vou treinar muito, e vou seguir suas coordenadas.
Obrigada por me ensinar que não se deve tentar mudar quem as pessoas são, mas que ainda assim nós podemos amá-las.
No mais, sempre que me vir, rindo, dançando e amando demais da conta eu quero deixar bem claro que é por você e é pra você, por que em retorno a tudo que você me deixou, as melhores heranças que se pode ter, eu te mando amor, alegria e gratidão.

Eu me tornei uma pessoa completamente diferente depois de você.
Uma pessoa melhor,
Eu sei quem você era e isso é o suficiente.

Obrigada pela sua vida, pela sua humildade e pelo seu amor.
E tudo que eu sinto desde o dia 08/05/16 é gratidão.
Até breve, meu amigo. Até sempre, meu irmão.

“Por todo o caminho, até aqui, houveram dois pares de pegadas, um ao lado do outro. Hoje, a trilha segue com apenas um par de pegadas, o outro par de pés, continua por perto mas não encosta mais o solo, porque voa, feito anjo que é”

amigos2

 

 

 

 

 

 

 

 

——-

Para efeitos de direitos autorais, algumas imagens utilizadas nesta postagem não são de autoria deste blog. Qualquer problema ou reclamação quanto aos direitos de imagem podem ser feitas diretamente com nosso contato. Atenderemos prontamente.

 

Deixe uma resposta